segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Comentário da semana: Bola Preta!


Ultimamente tenho sido questionada sobre se eu realmente freqüento a Lapa e estou em todas as boas do bairro. Atendendo a pedidos e respondendo a pergunta: Sim, eu freqüento a Lapinha!!
Logicamente seria impossível estar presente em todos os eventos que divulgo até porque eu trabalho e tenho vida fora da Lapa também. Se eu avisar no blog que irei ao evento, podem me procurar por lá a não ser que ocorra caso fortuito ou de força maior (traduzindo do Dir. Administrativo para o bom portuga: só deixarei de ir se cair um dilúvio, se tiver terremoto, se alguém bater no táxi, se eu for abduzida, ...). Tá aí a foto do crime: eu com florzinha na cabeça (pra quem também não acreditava na história da flor no cabelo) no desfile promovido pelo Pólo Novo Rio Antigo ao som do Cordão da Bola Preta no feriado do dia quinze.


Bem, vamos ao que interessa...O que foi esse sábado na Lapa???

O desfile estava marcado para às 16 horas, mas cheguei antes para dar uma voltinha na Feira da rua do Lavradio. Como sempre, as barraquinhas vendem artigos mil e as lojas de antigüidades expõem suas relíquias na calçada. Pra se ter uma idéia, a flor do meu cabelo foi comprada lá, no mesmo dia.
Depois de passear pela feira, eu e meus amigos seguimos rumo à concentração do bloco. Parei em frente ao Odeon para ver o bloco passar, ouvindo a clássica "Quem não chora não mama, segura meu bem, dá chupeta / Lugar quente é na cama ou então no Bola Preta." Havia muita gente bonita e de todas as idades! Um grupo de garis dava um detalhe a mais para a festa, dando um show de samba no pé e simpatia. Pessoas fantasiadas se misturavam pela multidão que, quase em uníssono, cantavam marchinhas dos tempos da vovó. E eu ali, me sentindo num sábado de carnaval em pleno mês de novembro...
O bloco seguiu o Passeio em direção aos Arcos da Lapa, parando em frente à Fundição Progresso. Lá, as casas do bairro como Rio Scenarium e Lapa 40º aguardavam para ser dado o início do desfile. Euzinha que não sou boba nem nada, parei no isopor do Juarez e da Tânia e fiquei esperando a segunda fase da festa. O desfile prosseguiu pela Av. Mem de Sá, entrando no Lavradio. Nessa hora dei um pit stop na Taberna do Juca para fazer uma boquinha. Logo depois, partimos para a Feira para dar mais uma olhadinha.
Voltei pra casa com um cansaço daqueles, mas feliz da vida por ter passado um sábado de sol com tanta gente feliz pelas ruas...


Obs.: A foto, tirada do celular de um amigo, será raridade aqui no blog. O Moderna Lapa Retrô pretende divulgar a Lapa e não a blogueira aqui, oká?! Bjoks!

Um comentário:

http://musicasmabachoro.blospot.com/ disse...

Amiga pelo visto você se divertiu muito. Que bom!!!! Quero ver essa energia na quarta heim...
Beijos,
Paolinha